Abriram inscricoes para viagem só de ida para Marte/ - IBAN Bankinter pode alterar para clientes Barclays - Os Melhores Momentos do Carnaval de Sesimbra - Alguns Clientes Desconhecem Recentes Aumentos de Custos na Conta Bancária - Dentistas das Universidades de Lisboa e Porto Fornecem Consultas a Baixo Preço

Joao Mendes

As Opções de Cavaco Silva Para o Próximo Governo de Portugal

Por Joao Mendes 2015-11-22 Politica Comentários

Veja quais são realmente as opções de Cavaco Silva.

Cavaco Silva

Cavaco Silva.

Cavaco Silva está perante 3 opções, Indigitar António Costa para primeiro-ministro, manter um governo de gestão ou convocar um governo de iniciativa presidencial. Mas qual destas 3 hipóteses será a que faz realmente sentido de acordo com as suas ultimas declarações ao país?

As 3 opções do Presidente Aníbal Cavaco Silva

  • Indigitar António Costa para primeiro-ministro. (Provável)

  • Cavaco Silva tem sido intransigente relativamente à necessidade de um governo estável. A opção de indigitar Costa para primeiro ministro com o apoio parlamentar dos partidos de extrema esquerda no parlamento pode ser a única opção viável, mas a que menos agradará o presidente. A principal razão pode ter a ver com as discordâncias entre o PS, Bloco de Esquerda e PCP relativas à permanência no Euro e NATO ou a necessidade de ignorar a vontade do eleitorado de direita que obteve uma maioria relativa nas ultimas eleições legislativas.
  • Convocar um governo de iniciativa presidencial (Menos provável)

  • Ao convocar um governo de iniciativa presidencial cabe ao presidente decidir quem irá fazer parte do governo. Esta opção pode não garantir a estabilidade do parlamento, a causa origem desta incerteza. Na eventualidade de algo correr menos bem após a esta decisão, Cavaco Silva pode ver a sua presidência tingida por acusações de decisão incauta ou parcialidade durante a sua presidência.
  • Manter o governo em gestão até às próximas eleições. (Pouco provável)

  • Nesta opção, o governo mantêm-se em gestão, o orçamento é gerido em duodécimo e aguarda-se pelas próximas eleições para renomear novo governo. Possivelmente a partir de junho. Esta opção permite que o governo se mantenha estável durante o restante mandato presidencial de Cavaco Silva (até janeiro). Esta decisão é a que menos pode comprometer o presidente visto que deve ser o partido que ganha as eleições quem deve governar. Foi sempre essa a tradição da politica Portuguesa. O problema é que a Europa continua à espera de saber sobre o orçamento do estado Português, mas a constituição Portuguesa não permite a gestão do orçamento num governo de gestão.

As reações dos mercados internacionais

Os mercados não têm reagido negativamente à recente instabilidade politica Portuguesa. Tal se pode dever ao facto de que ainda nenhuma decisão importante e permanente tenha sido tomada relativamente ao verdadeiro rumo politico da nação. Isso pode mudar assim que mudanças de politica governamental se tornem mais permanentes ou indesejáveis do ponto de vista dos mercados.

Os mercados reagiram muito bem ao governo de centro direita que governou Portugal nos últimos 4 anos. Mas ainda não se tem certeza da efectiva reação dos mercados perante uma coligação com uma forte influencia de uma esquerda mais extremada sem historial de governo no país.



Warning: mysqli_query(): MySQL server has gone away in /var/www/html/vhosts/pt.looker.news/htdocs/post.php on line 599

Warning: mysqli_query(): Error reading result set's header in /var/www/html/vhosts/pt.looker.news/htdocs/post.php on line 599

Warning: mysqli_num_rows() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /var/www/html/vhosts/pt.looker.news/htdocs/post.php on line 601

Comentar
MySQL server has gone away